SISEPNAT - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natividade

 

No ano de 1996, amargamos atrasos salariais equivalente a 2 meses normais e mais o 13º salário daquele ano. Com muita luta conseguimos fazer com que o Município, não só colocasse o pagamento em dia, mas também implementasse um calendário de pagamento que vigorou desde janeiro de 2002 até dezembro de 2014, sem que houvesse um dia sequer de atraso no pagamento.

Infelizmente, sem nenhuma explicação, do ano de 2014 para 2015, o calendário de pagamento não foi implementado, sendo que o pagamento de junho de 2015 não foi pago dentro daquele mês, o que ocasionou um atraso, cujo o descontrole no pagamento dos salários, lamentavelmente, persiste até hoje.

Salário é de natureza alimentícia, portanto é um direito sagrado, partindo se do princípio de que se o servidor não recebe, o mesmo tem a sua alimentação prejudicada. Assim sendo, o Sindicato que sempre atua de forma rigorosa na defesa dos direitos dos Servidores Municipais desta vez não atuará de forma diferente.

Em função do atraso já foi solicitada uma reunião de emergência com o Prefeito visando, não só a marcação de data do pagamento do 13º salário em atraso, sem prejuízo do pagamento do salário do mês normalmente, mas também o reestabelecimento calendário de pagamento dos salários, visando com que NÃO OCORRA, EM HIPÓTESE ALGUMA, ATRASOS NOS PAGAMENTOS DOS SALÁRIOS, daqui por diante.

Os argumentos do Sindicato são fortes no sentido do convencimento de que não há, de forma alguma, motivos para estes atrasos, senão vejamos:

  • Ø  A arrecadação do Município aumentou em mais de 3 milhões de reais, quando comparado o período de janeiro a outubro de 2016, com janeiro a outubro de 2017.
  • Ø  O gasto com pessoal da Prefeitura é inferior a 47% das receitas correntes liquidas, sendo que a lei permite que seja gasto até 54%.
  • Ø  Há um gasto exageradamente alto com cargos comissionados, inclusive uma ilegalidade gritante de servidores de cargos comissionados exercendo função de servidores efetivos, ilegalidade cujo a providência judicial já foi tomada por esta Entidade Sindical.
  • Ø  Nós Servidores, estamos com perdas salariais de mais de 20%, acumuladas nos anos de 2015, 2016 e 2017, o que já é um grave problema salarial, desta feita não podemos, de forma alguma, continuar tolerando atrasos no pagamento dos salários.
  • Ø  Todos os demais Municípios do Noroeste conseguiram quitar todas as 13 folhas salariais do ano de 2017, somente Natividade não teve esta capacidade.

Assim, informamos aos nossos associados, bem como aos demais Servidores que de nossa parte, todos os esforços estão sendo feito para que volte a haver regularidade no pagamento dos salários e ainda haja no ano de 2018, as reformas dos Planos de Carreiras ou reajustes que reponham o poder aquisitivo de nossos salários.

Tão logo o Prefeito faça a reunião de emergência solicitada pelo Sindicato, e o que ficar resolvido informaremos imediatamente a todos, sendo que, dependendo do tipo de proposta para solucionar o impasse, não está descartada a convocação de Assembleia Geral para aprovação da mesma.

 

 

SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NATIVIDADE