SISEPNAT - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natividade

Com realização da segunda assembleia no dia 07/03, foi concluída a 1ª fase do processo de reivindicações do ano de 2018. A realização de duas assembleias (professores e demais Servidores), tiveram como objetivo aprovar a pauta de reivindicações a ser negociada com o governo.

Agora, na segunda fase, a Diretoria senta na mesa com o Prefeito, para apresentar formalmente tais reivindicações e buscar o acordo para que as mesmas sejam atendidas. Concluída esta fase, o Sindicato volta novamente para a categoria para debater com esta, o que pôde e o que não pôde ser atendido da referida pauta, debatendo também os motivos alegados pelo Governo,da impossibilidade do atendimento. Neste caso, o Sindicato também submete a decisão dos Servidoreso que fazer no caso dos itens não atendidos ou atendidos parcialmente.

Os pontos polêmicos da pauta estão ligados aos reajustes salariais, e as reformas/consertos dos Planos de Carreiras, pois as perdas salariais são grandes, tanto para os professores, quanto para os demais Servidores e as reclamações são generalizadas devido ao argumento do Governo, de que não há dinheiro para reajustar os salários, mas em paralelo a um excesso de cargos comissionados absurdo e ainda contratados ilegalmente.

Quanto as reformas/consertos dos Planos de cargos Carreiras e Salários, os diretores do sindicato alertam que, apesar de muito trabalhosas, são mais viáveis para o governo, do ponto de vista financeiro e mais vantajosas para os Servidores, tendo em vista as garantias de melhorias que podem propiciar agora e as melhorias salariais futuras que podem ser garantidas. Além de existir a obrigação do governo de corrigir uma legislação que está errada.

Tanto do ponto de vista das negociações,quantojudicialmente, o Sindicato tem feito de tudo para reverter a insuportável situação dos baixos salários dos servidores efetivos, poréma mesma ainda persiste, então, na opinião dos Diretores, algo a mais tem de ser feito, visando pressionar o Prefeito para que resolva de fato o problema, mas estas atitudes dependem agora do reforço da categoria, que tem de vir de forma organizada, o que se dá através das Assembleias.

Como nos anos anteriores houveram movimentos de greves, o Sindicato está fazendo tudo nos conformes legais, para que se for necessário chegar ao extremo da proposta de paralisações das atividadesseja por tempo determinado, ou até mesmo de greves,há a garantia de que estes movimentos sejam considerados legais pela justiça.

Daí os motivos das assembleias terem, desta vez, este caráter muito mais formal de aprovação da Pauta de reivindicações, negociação detalhada desta pauta com o Governo, até o esgotamento de toda e qualquer possibilidade de acordo.

Clique aqui para ver a pauta de reivindicação aprovada e já encaminhada ao Prefeito

 

Sindicato dos servidores Públicos Municipais de Natividade